Posts Tagged ‘pesquisa’

I Seminário Futebol das Gerais – GEFuT/UFMG

23/08/2011

É com prazer que anuncio o I Seminário Futebol das Gerais, de 11 a 13 de novembro, na EEFFTO/UFMG, promovido pelo GEFuT/UFMG com o apoio do Ministério do Esporte e CBCE. O evento traz grandes nomes de pesquisadores do país e se dedica à temática dos megaeventos esportivos e torcedores. Para conferir, acesse o site. Inscrições já abertas!

Dissertação de mestrado sobre a comunidade Estúdio Livre

22/03/2010

Elementos pré-textuais

Dissertação

RESUMO

Esta dissertação descreve e analisa a comunidade virtual EstudioLivre.org com o intuito de coletar elementos para a construção de parâmetros de intervenção para a animação cultural na rede. Reconhecendo a internet como um espaço de formação, expressão e lazer, a apropriação tecnocultural parece carecer de mais discussão sobre a questão da mediação. Nem sempre é claro que o ciberespaço é permeado por forças antagônicas. Tornar essas relações claras e contribuir para uma maior liberdade de escolha para seus usuários é uma preocupação que os animadores podem e devem ter. Quando falamos de estratégias de mediação, inevitavelmente, pensamos no papel político desempenhado pelos atores sociais. Perceber os usos que as pessoas fazem da tecnologia significa repensarmos aparatos metodológicos que a abertura desse novo campo de investigação traz à produção do conhecimento. Este estudo busca reconhecer as novas tecnologias da comunicação e da informação, especialmente a internet, como um produto da cultura. Dessa forma, quais questões a nova lógica de produção no ciberespaço aponta para (re)pensarmos a Animação Cultural? Como o Estúdio Livre pensa suas estratégias de mediação e como essas ajudam a pensar em intervenções na rede? Investigar os diversos interesses que permeiam o meio virtual significa abrir espaço para novas reflexões acerca do lazer e das novas tecnologias, assim como a formação e atuação profissional para uma sociedade cada vez mais conectada. Certa de que a constituição de comunidades no ciberespaço é uma das formas de organização das práticas de lazer na rede, parece fundamental melhor compreendermos essa nova organização, inclusive para pensar um possível papel do animador cultural nesse contexto. As estratégias metodológicas utilizadas para a coleta dos dados foram a etnografia virtual, por meio da observação participante e análise dos artefatos do EstudioLivre.org – acervo, blog, fórum, lista de discussão e wiki – no período de 24 de agosto a 2 de outubro; aplicação de questionário para traçar o perfil dos membros e posterior análise de conteúdo por tratamento informático pelo Atlas TI – software de análise qualitativa de dados. As categorias de análise foram permanência/engajamento; pertencimento; relações sociais; interações e valores. Percebeu-se que o engajamento voluntário na comunidade está ancorado em outro parâmetro ético-estético de relação, que salienta um tipo de prática social no tempo livre que remete a uma compreensão do lazer que se assenta em outras bases, diferente daquela exclusivamente marcada pelo consumo e entretenimento. A nova lógica de produção sugere modelos alternativos para a produção e circulação da cultura, inspirado no conceito e ferramenta do software livre, fornecendo estratégias de mediação frente às opções de lazer mais abrangentes. A mediação das dinâmicas virtuais deve contribuir para esclarecer fins e objetivos, ajudar a objetivar valores que facilitem o desenvolvimento de distintas linguagens e que ajude a criação e a tomada de consciência crítica das identidades comunitárias. Ao aproximar-se de uma possível práxis tecnológica, o trabalho parece tornar claros elementos concretos para a construção de parâmetros de intervenção para o animador na rede.

Palavras-chave: lazer, tecnologia, comunicação, mediação, animação cultural.


ABSTRACT

This dissertation describes and analyses the virtual community EstudioLivre.org, aiming at collecting elements to build intervention parameters to cultural animation on the Web. Recognizing Internet as an education, expression and leisure space, the techno-cultural approach seems to have a lack of discussion on the mediation question. It is not always clear that the cyberspace is full of antagonist forces. Turning theses relation into clear relations and contributing to a greater freedom of choice for its users is a concern that the animators shall mandatorily have. When one talks about mediation strategies, it is unavoidable thinking about the political role played by the social actors. To perceive the form in which people use technology means re-think methods brought in by this new investigation field for knowledge production. This study has as object to recognize new technologies of communication and information, especially the Internet, as a cultural product. In such way, which questions shall be raised by the new production logic at the cyberspace in order to our (re-)thinking of Cultural Animation? How Estúdio Livre thinks its strategies of mediation and how they help creating Internet interventions? To investigate several interests permeating the virtual environment means to give opportunities for new reflections about leisure and new technologies, as well as the formation and professional acting to an each time more connected society. Based on the assurance that the creation of communities at the cyberspace is a way to organize leisure practices in the Internet, it seems crucial to understand better this new organization, including a way to think the possible role of the cultural animator within this context. The method strategies used to collect data were constituted of virtual ethnography by means of participant observation and analyze of the items of EstudioLivre.org – collection, blog, forum and wiki – in the period from August 24 to October 2; questionnaire to track user profiles and further analyze of contents through the computer treatment in Atlas TI – qualitative data analysis software. The analyze categories were permanence/participation; belonging; social relations; interactions and values. It was realized that the voluntary participation in the community is linked to other ethical-aesthetic parameter of relationship, which highlights a kind of social practice during the free time which refers to an understanding of leisure based on other foundations, differing from that exclusively pointed by the consumption and entertainment. The new production logic suggests alternative models to production and circulation of culture, inspired in free software concept and tools, providing for strategies of mediation against more comprehensive leisure options. The mediation of virtual activities shall contribute to clarify purposes and objectives, help to define values easing the development of different languages, creation and critical awareness of community identities. Approaching a possible technological practice, this paper seems to make clearer concrete elements to construction of intervention parameters to the Internet animator.

Keywords: leisure, technology, communication, mediation, cultural animation.

Abertas inscrições ao prêmio L’Oréal-Unesco-ABC para mulheres na ciência

08/03/2010

A partir desta segunda-feira, 8, em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, estão abertas as inscrições para o Prêmio L’Oréal-Unesco-ABC, concedido em parceria entre a Academia Brasileira de Ciências (ABC), a L’Oréal Brasil e a Comissão Nacional da Unesco.

Segundo os organizadores, o programa Para Mulheres na Ciência nasceu em 2006 “com a missão de ceder espaço e apoio à participação das mulheres brasileiras no cenário científico do país”.

Esse ano, o programa selecionará até sete pesquisadoras que tenham completado o doutorado entre 2004 e 2010. São quatro bolsas para as áreas das ciências biomédicas, biológicas e da saúde, uma para as ciências físicas, uma para as ciências químicas e uma para as ciências matemáticas.

O valor de cada bolsa auxílio é o equivalente a vinte mil dólares, convertidos em reais, para aplicação em 12 meses. As inscrições vão até 8 de maio de 2010, pelo site www.abc.org.br/loreal.

Pesquisadoras que tenham se inscrito em anos anteriores e não tenham sido contempladas com a bolsa podem se inscrever novamente.

(Com Academia Brasileira de Ciências)

Pesquisa interessante

19/02/2009

Notícia daqui. Obrigada, Dan!

O jornalista Renato Pompeu apresenta um questionário distribuído a alunos de 14 anos, no  terceiro ano do secundário no Instituto Móstoles (Madri), e que fez parte do seminário “Preconceitos e Estereótipos – Inverter a Situação”. As perguntas ajudam a ‘desnaturalizar’ o modelo heterossexual, que alguns equivocadamente supõem ser válido para todo ser humano. Esta suposição equivocada é a fonte da homofobia e da intolerância.

Fonte: Caros amigos (maio de 2008)

1. O que você pensa que causou a sua heterossexualidade?

2. Quando e como você decidiu que era heterossexual?

3. É possível que a heterossexualidade seja apenas uma fase que você possa superar?

4. É possível que a sua heterossexualidade derive de um medo neurótico em relação às pessoas do seu próprio sexo?

5. Se você nunca teve relações com uma pessoa do seu próprio sexo, não pode ser que o que você precisa é de um bom amante do seu próprio sexo? (…)
8.Por que você insiste em ostentar sua heterossexualidade? Por que você não pode ser simplesmente quem é e ficar numa boa? (…)

10. Parece haver muito poucos heterossexuais felizes. Foram desenvolvidas técnicas que podem ajudá-lo a mudar. Você já considerou a possibilidade de fazer terapia de reversão?

11. Considerando a ameaça que constituem a fome e a superpopulação, a raça humana poderia sobreviver se todos fossem heterossexuais como você?

Banda larga[da] do Campus Party 2009 na próxima segunda, dia 19/01

14/01/2009

Estou de partida para o Campus Party no fim de semana e pretendo acompanhar a programação abaixo dando notícias pelo blog e pelo twitter. Quem ainda não se inscreveu, ainda dá tempo. A maior festa dos nerds promete, mais uma vez, e eu estarei lá com todos os meus eletrônicos, conectada 24h por dia, frequentando todas as arenas, especialmente a de Software Livre e Cibercultura. Prometo publicar imagens, vídeos e podcasts sobre o evento. Compareçam!

TERÇA, 20 DE JANEIRO

12:00 – 13:00

Governança na internet mundial

Responsáveis: Carlos Afonso e Hartmut Richard Glaser

17:00 – 18:00

Freerunner, seu celular livre!

O Freerunner é uma plataforma de hardware embarcado com recursos de PDA. Tudo o que você precisa em um telefone celular, ou melhor, em um computador de bolso, estão presentes neste pequeno dispositivo com tela touch screen. Conheça os softwares livres disponíveis, aplicações e como ele se integra ao seu sistema de telefonia. Sua aventura pelos dispositivos móveis abertos começou. Com Denis Galvão que é Formado em engenharia pela Universidade Federal do Paraná, Denis Galvão é um dos fundadores e diretor da iSolve. Versado em tecnologias Open Source, é palestrante em diversos eventos nacionais e internacionais sobre o tema.

18:00 – 19:00

Licenças Livres e Creative Commons

Licenças Livres e Creative Commons – Deivi Kuhn (Serpro)

19:00 – 20:00

O Futuro da Web, com Tim Berners-Lee

QUARTA, 21 DE JANEIRO

12:00 – 13:00

ODF: Passado, presente e futuro

ODF: Passado, presente e futuro: Responsável: Jomar Silva

15:00 – 17:00

Encontro pesquisadores de Cibercultura

Desconferência sobre cibercultura.

QUINTA, 22 DE JANEIRO

14:00 – 15:00

Palestra – Microblogs e Lançamento do Livro Digital Blogs.com

Microblogs e Lançamento do Livro Digital Blogs.com de Raquel Recuero, Adriana Amaral e Sandra Montardo Raquel Recuero (UCPel) DESCRIÇÃO: Raquel Recuero apresentará sua pesquisa sobre os nanoblogs. Nesta mesma mesa será lançado o livro digita BLOGS.COM – ESTUDOS SOBRE BLOGS E COMUNICAÇÃO, organizados pelas pesquisadoras Raquel Recuero, Sandra Portella Montardo e Adriana Amaral. O livro é composto por 11 artigos de pesquisadores de diferentes regiões e instituições que oferecem uma miríade de conceitos e definições de blogs, bem como diferentes interpretações sobre seus usos.

16:35 – 17:35

Debate – O direito conhece a internet?

O direito conhece a internet? Renato Opice Blum (Opice Blum Advogados Associados), Fernando Gouvêa (Imprensa Marrom – blog que já foi processado e julgado por comentários de terceiros, advogado do caso Twitter Brasil), Ronaldo Lemos (FGV, Creative Commons, Overmundo), Ivo Corrêa (advogado do Google Brasil) Moderador: Francisco Madureira (jornalista responsável pelos blogs do UOL) DESCRIÇÃO: A Internet e sua regulamentação. As novas exigências legais e contratuais da rede. O direito a privacidade, anonimato e a segurança. As principais polêmicas e os esclarecimentos indispensáveis para quem quer entender seus direitos no ciberespaço.

18:00 – 19:00

Comitê de Implementação de Software Livre

Comitê de Implementação de Software Livre – Marcos Mazoni (Serpro)

20:00 – 22:30

Lançamento do livro – O futuro da música após a morte do CD

O debate sobre o impacto das redes digitais na criação, produção e distribuição da música não é novo. Entretanto, nenhum livro brasileiro reuniu olhares de diferentes áreas do conhecimento para analisar a atual realidade musical. Navegando no mar revolto da digitalização em oceanos da propriedade intelectual, a coletânea discute as mudanças históricas no perfil e no papel dos músicos, compositores e intérpretes. Mixando o discurso acadêmico com os argumentos de quem vive de música no dia-a-dia, a coletânea O Futuro da Música Depois da Morte do CD é extremamente polêmica e útil nos debates sobre a reformulação da lei de copyright, para a formulação de políticas de incentivo à criação artística e à manutenção da diversidade cultural. Os 16 autores dos 13 artigos partem da perspectiva da engenharia da produção, da sociologia, da teoria da comunicação, da musicologia, da filosofia e da interpretação e composição musicais, além da própria atividade empresarial. A única base comum dos textos é o reconhecimento das profundas mudanças que a digitalização e as redes informacionais trouxeram para o universo da música. Um dos objetivos da coletânea é mostrar a complexidade e as grandes diferenças teóricas, analíticas e prospectivas que existem entre aqueles que estão pensando o tema.

SEXTA, 23 DE JANEIRO

15:00 – 17:00

Debate O futuro da Internet no Brasil. Responsáveis: (Senador Eduardo Azeredo, Desembarcador Jose Aquiles, Advogado Luis Amilcar) x (Sergio Amadeu, Marcelo Branco, Ronaldo Lemos)

Debate O futuro da Internet no Brasil. Responsáveis: (Senador Eduardo Azeredo, Desembarcador Jose Aquiles, Advogado Luis Amilcar) x (Sergio Amadeu, Marcelo Branco, Ronaldo Lemos)

X Seminário “O Lazer em Debate”

29/11/2008

De 18 a 20 de abril de 2009 na EEFFTO-UFMG.

Estarei no Fórum de Debates sobre “Lazer e Novas Tecnologias”.

Compareçam!

Em cima da hora: I Congresso Internacional – A Animação Sociocultural e os desafios do século XXI

12/03/2008

I Congresso Internacional:
A Animação Sociocultural e os desafios do século XXI

17 a 19 de abril de 2008

Ponte de Lima – Portugal

Temas em debate:

  • Animação Sociocultural;
  • Animação Socioeducativa;
  • Animação Sociocultural e Infância;
  • Animação Sociocultural e Juventude;
  • Animação Sociocultural e Emprego;
  • Animação Sociocultural e Terceira Idade;
  • Animação Sociocultural e Turismo;
  • Animação Sociocultural e Desenvolvimento Comunitário;
  • Animação Sociocultural e Educação para o Ócio;
  • Animação Sociocultural e Lazer;
  • Animação Sociocultural e Globalização;
  • Animação Sociocultural Mundo Hurbano e Mundo Rural;
  • Animação Sociocultural e Educação Permanente;
  • Animação Sociocultural e Voluntariado;
  • Animação Sociocultural e Participação;
  • Animação Sociocultural e Gestão Cultural;
  • Animação Sociocultural nas Autarquias;
  • Animação Teatral;
  • Animação Musical;
  • Animação Sociocultural e Novos Espaços de Intervenção;
  • Animação Sociocultural e Cidadania;
  • Ciberanimação;
  • Animação Sociocultural e Novas Necessidades Educativas;
  • Animadores Socioculturais;
  • Gestores Culturais;
  • Educadores Sociais;
  • Pedagogos Sociais;
  • Trabalhadores Sociais…

A UFMG possui o primeiro mestrado em Lazer no país e um de seus docentes – Prof. Dr. Hélder Isayama – é convidado deste evento com a intervenção A Animação Sociocultural, a recreação, o lazer e o turismo nos diferentes contextos etários.

Prêmio LEA, Conferência Technarte 2008, Festival Magmart

21/12/2007

+ O LEA (Laboratorio de Experimentación Artistica), ligado à Fundação Faena argentina e voltado ao estímulo da produção de artistas e teóricos, vai premiar dois projetos de obras concebidas especialmente para o Edifício Los Molinos, em Buenos Aires. O concurso está aberto a artistas latino-americanos, que podem enviar seus projetos até 15 de fevereiro de 2008. As obras podem usar instalação, escultura, desenho, pintura, novas mídias, som ou qualquer combinação destas formas, e devem relacionar-se de uma maneira poética e nova com o espaço e a história do prédio e seu contexto urbano. O site do LEA tem imagens e plantas do Los Molinos. Os prêmios totalizam US$ 48 mil.

+ A Technarte 2008 – Conferência Internacional de Arte e Tecnologia – que acontece nos dias 24 e 25 de abril de 2008 em Bilbao, na Espanha, aceita até 14 de janeiro inscrições de trabalhos teóricos, incluindo relatos de experiências artísticas que utilizam novas tecnologias, teses sobre a relação entre os dois universos e apresentações de ferramentas.

+ O festival internacional de videoarte Magmart | video under volcano, que acontece em Nápoles em fevereiro, aceita até 15 de janeiro de 2008 inscrições de obras digitais de até dez minutos. Os trabalhos selecionados passam a integrar o acervo do Casoria Contemporary Art Museum.

Da Redação do Videobrasil.

Incentivo à pesquisa cultural, produção audiovisual e arte circense

21/12/2007

Incentivo à Produção do Conhecimento Técnico e Científico na Área Cultural
Até o dia 28 de janeiro de 2008

A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) abre inscrições para o Programa de Incentivo à Produção do Conhecimento Técnico e Científico na Área Cultural. Ao todo, serão selecionados 36 bolsistas nas categorias doutor júnior, mestre, graduado, iniciação científica e desenvolvimento tecnológico. As inscrições devem ser feitas por via postal expressa (SEDEX) para o seguinte endereço: Programa de Incentivo à Produção do
Conhecimento Técnico e Científico na Área da Cultura Fundação Casa de Rui Barbosa Serviço de Arquivo Histórico e Institucional. Rua São Clemente, nº 134 – Botafogo CEP 22260-000 – Rio de Janeiro, RJ.

Confira o edital no endereço www.casaruibarbosa.gov.br
Mais informações: (21) 3289-4648

Fomento à Produção Audiovisual 2007/2008
Até 29 de fevereiro

As inscrições estão abertas para sete Editais de Fomento à Produção Audiovisual 2007/2008 do Ministério da Cultura. O total de recursos mobilizados para o apoio às produções é de R$ 9.8 milhões. Os editais são para curtas-metragens de animação, de egressos ou participantes de projetos sociais, de ficção, documentário, experimental e infanto-juvenil; também há editais para desenvolvimento de roteiro, longametragem
de baixo orçamento e série de animação para TV. Será selecionado, pelo menos, um projeto para cada região do território nacional. Podem se inscrever realizadores estreantes e não-estreantes.

Informações: (61) 3316-2088/2044 ou no site do MinC: http://www.cultura.gov.br/site/?p=8541

Arte circense ganha programa de fomento

No último dia 17 de dezembro, o Ministério da Cultura, por meio da Fundação Nacional de Arte, lançou o Programa de Fomento ao Circo. A solenidade ocorreu na sede da Escola Nacional de Circo, no Rio de Janeiro, e contou com as presenças do Ministro da Cultura,
Gilberto Gil, do Secretário Executivo do MinC, Juca Ferreira, e do Presidente da Funarte, Celso Frateschi. O Programa objetiva transformar o quadro de carência da atividade circense brasileira e contará com recursos de R$ 8,1 milhões – sendo R$ 5,2 milhões da
Funarte/MinC e R$ 2,9 milhões da Petrobras -, a serem distribuídos em cinco novos projetos para o segmento e a reformulação do O Prêmio Funarte Carequinha de Estímulo ao Circo. A iniciativa prevê a realização de um censo para levantar os indicadores da atividade circense no país, a distribuição de lonas para companhias de pequeno porte, a distribuição de bolsas para pesquisa e produção de novos números circenses, a reforma da Escola Nacional de Circo.

Mais informações: Funarte: (21) 2279-8065 ou www.funarte.gov.br; Escola Nacional de Circo: (21) 2273-2144/8567 ou escolacirco@funarte.gov.br