Merce Cunningham licencia coreografia e software em Creative Commons

29/02/2008
Merce Cunningham , coreógrafo e dançarino americano, atua na área desde 1939. Suas obras já foram apresentadas por inúmeras companhias de balé e Cunningham é considerado por muitos o maior coreógrafo vivo. Apesar de beirar os noventa anos e não dançar mais, Merce continua coreografando com o auxílio do software Danceforms, desenvolvido em 1991. Seu envolvimento com novas mídias não é recente.

A mais recente inovação, contudo, está sendo lançada publicamente no dia 26 de fevereiro no próprio estúdio da companhia Merce Cunningham em Nova Iorque. A Merce Cunningham Dance Company e The OpenEnded Group demonstrarão seu mais recente feito e logo em seguida o disponibilizarão na internet. A obra consiste na coreografia de Loops, assim como um retrato digital de Cunningham em formato de software livre.

Loops originalmente foi criada por Cunningham em 1971 como uma dança solo, sendo realizada até 2001. Embora no início Merce dançasse com todo o corpo, os movimentos mais elaborados passaram a se manifestar especificamente nos dedos, mãos e braços. A obra ficou conhecida como um ato exclusivo de Cunningham nos últimos anos de sua carreira – contudo, Merce optou por criar uma versão virtual da dança em que um dançarino artificial poderia realizá-la.

Surge então a iniciativa colaborativa e livre de Loops, na qual a coreografia será disponibilizada sob uma licença Creative Commons . Assim, permitindo que qualquer pessoa execute, adapte ou realize a obra desde que não seja com fins comerciais. O mesmo se aplicando ao software livre lançado em conjunto que será um retrato digital de Cunningham. O resultado, de autoria dos artistas digitais do OpenEnded Group, é uma gravação 3D em alta resolução do próprio Merce realizando Loops com suas mãos. O objetivo do projeto é proporcionar a estudantes, acadêmicos e artistas a habilidade de examinar todas as duas obras com um alto nível de precisão. Seja para estudar a performance coreográfica de múltiplos ângulos e câmeras diferentes, acelerando ou diminuindo a velocidade da apresentação. No caso do software, qualquer pessoa terá acesso à versão atual como também poderá examinar ou reescrever o código. Isso permite que o software seja constantemente atualizado e gere outras obras derivadas, pois toda a estrutura da obra original poderá ser baixada aqui, no site do projeto .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: